Planejando a rotina de trabalho

05:00



O post de hoje surgiu inspirado pela interação com a galera do Instagram (aliás, adorando essa interação por lá viu? Sugira um post e fale comigo você também!). Eu perguntei por lá qual era a maior dúvida relacionada ao planejamento da rotina de trabalho e as minhas respostas você vai ver aqui!

Trabalhar em casa


Fiz um post aqui mês passado com algumas dicas para quem trabalha em casa. Mas de qualquer forma, acho que a maior dificuldade está em não deixar que o ambiente interfira no seu planejamento. As coisas de trabalho se misturam com as rotinas domésticas porque você está no ambiente e a sujeira e a bagunça distraem, não é assim? 

Por exemplo, você tá lá trabalhando,  resolve ir na cozinha pegar uma água, vê a pia cheia de louça e resolve lavar logo aproveitando que está alí. Eu sei como é, acontece. Mas você precisa se policiar e pelo menos refletir antes de mudar o rumo do seu dia. 

Deixa a louça lá quieta, respira fundo e pergunta: agora é hora disso? A louça suja (ou qualquer outra coisa igualmente "distraível", tá minha gente?) representa algum risco ou perigo nesse momento e nas próximas X horas que estarei dedicado ao meu trabalho? Qual a minha prioridade nesse momento? E aí, tome sua decisão! 

Não estou aqui para julgar, então, tudo bem se você escolher lavar a louça depois dessas perguntas, o fato é: se voce estivesse trabalhando fora de casa sua escolha seria a mesma?

Equilíbrio entre vida profissional e pessoal


Essa é uma variação do ponto anterior. Mas não é exatamente a mesma coisa. Equilibrar vida profissional e pessoal tem a ver com balancear o planejamento da sua rotina enquanto o ítem anterior se relaciona mais com lidar com o fato de estar trabalhando em um ambiente que te chama para sair do foco. 

Bom, equilibrar vida pessoal e profissional significa na verdade encarar a sua vida como um todo e perceber a importância de cada parte dela para a sua felicidade (e usar a organização pra tudo, vale lembrar). Esquece se é trabalho ou se é lazer, é tudo vida e você não pode exagerar dando atenção demais a um aspecto dela e negligenciar todo o resto. 

Para fazer isso, eu sugiro dividir a sua rotina em blocos de tempo e concentrar o que diz respeito a contextos próximos, para otimizar. 

Priorização


É minha gente, priorizar é mesmo difícil! E isso porque priorizar é decidir o que é mais importante e significa deixar algumas coisas de lado. A gente não quer deixar nada de lado, a gente quer ser super-heroi e dar conta de tudo. 

Só que não dá, você precisa escolher. Até porque, se você não fizer isso, alguém vai fazer por você. E quando a gente quer mesmo alguma coisa de verdade a gente prioriza e encontra tempo, como eu falei nesse post aqui.

Volume de atividades


Talvez vocês não gostem do que eu vou dizer aqui, mas não posso mentir, entao: não existe milagre! Se tem mais atividades do que tempo na sua jornada de trabalho algum prato vai ter que cair! A questão é como escolher qual. 

Se você tem um chefe, peça pra ele priorizar e deixe bem claros os seus limites e diga não para algumas coisas (senão corre o risco dele dizer: é pra fazer tudo pra ontem, se vira). Se você é chefe de si mesmo, aí a coisa complica mais um pouco e a gente volta pra resposta do ítem anterior: priorização! 

Para não correr o risco de planejar mais do que deveria, mantenha o registro das suas atividades e revise diariamente o planejado x realizado buscando perceber onde você pode melhorar em termos de planejamento.

Perfeccionismo


Eis um grande mal que a gente precisa evitar. O planejamento da rotina de trabalho deveria evitar isso. Você coloca o tempo mínimo necessário para realizar a atividade e se policia para não ultrapassar isso. Ficar melhorando, revisando e inventando desculpas para continuar na mesma atividade te atrapalha e você ainda corre o risco de deixar todo o resto bem longe de perfeito. 

Então, a dica é ao invés de tentar ser perfeito em algo, ser o melhor que você puder em tudo. Mais sobre perfeccionismo nesse post aqui e no episódio do Podcast aqui.

Lidar com o que a gente não gosta


Tem coisas no trabalho que são chatas, não tem jeito. Se você puder, delegue. Se não for possível, tente encarar essas atividades como parte de algo maior e mais importante. É o ônus, sabe? 

Para encarar o seu planejamento, tente alternar com as atividades mais prazerosas para te manter no pique. Melhor começar logo por essas atividades que você não curte, assim você não corre o risco de cair no próximo ítem logo aqui embaixo e nunca fazer o que é preciso.

Procrastinação


Alguns dizem que esse é o mal do século, mas eu, particularmente, acho que tá rolando uma supervalorização do que antes era apenas classificado como preguiça das brabas! Desculpe o desabafo. 

Quer saber como não procrastinar? Se envolva com o que precisa ser feito, simples assim. Se aquilo é importante pra você de verdade, é dificil você adiar, viu? A menos que tenham questões psicológicas de traumas e auto-punição, aí nesse caso, procure uma terapia (sério, acho que todo mundo devia fazer terapia na vida, é fundamental). 

Você precisa impor alguns limites a si mesmo, como eu disse nesse post aqui.

Interferências inesperadas


Esse ponto não foi levantado por ninguem, mas é o que normalmente impacta diretamente o meu planejamento da rotina de trabalho, então achei que poderia incluir essa dica bônus de como eu faço para lidar com isso. 

Minha dica é: planeje tempo para o caos. Tenha sempre uma horinha do seu dia sem nada planejado para quando as coisas sairem do planejado não saírem tanto assim. E se nada der errado, considere essa uma hora como um presente e use-a com o que preferir. Seja antecipando ago do dia seguinte, seja fazendo uns alongamentos, seja navegando pela internet. Aproveite sem culpa! Para saber mais como lidar com o caos, dá uma olhada nesse post aqui.




Ficou alguma dúvida sobre como planejar a sua rotina de trabalho? Então deixa ela aqui nos comentários ou me manda ela por e-mail que eu respondo!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Ah, Alice!!!! Voce é sensacional! Me diz sempre exatamente o que eu precisava! Que habilidade! Voce tem uma percepção ímpar de tudo o que posta! Obrigada sempre!
    Um grande abraço!
    Cláudia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah que delicia de comentário! Obrigada pelo carinho! Fico super feliz que tenha gostado e principalmente que tenha sido útil para o seu momento!
      Bjo grande!

      Excluir

Faça parte da minha lista!