Não cumpri minhas metas, e agora?

05:00


Essa época do ano a gente começa a refletir sobre nossas metas, as resoluções feitas no ano anterior, e compara expectativa com realidade. E é comum a gente descobrir que deixou algo passar, falhou em algo. e aí vem a frustração, a culpa, a irritação e a nova promessa de tentar no ano que virá. Mas dá pra fazer mais do que isso sem se sentir mal. Vem comigo que eu vou te dar três dicas para evitar o autoflagelo ao revisar suas metas.

A primeira coisa que a gente precisa combinar é que tudo bem sair do prumo, ter recaídas, cair, errar, não seguir o plano. Tem uma frase massa sobre isso aliás que ilustra bem minha primeira dica para quando isso acontece:

As vezes precisamos abandonar a vida que havíamos planejado 
porque não somos mais a pessoa que fez aqueles planos.

Dica 1: Veja se o que você desejou a um ano atrás ainda faz sentido hoje.

"Tudo muda o tempo todo no mundo como diria a música, e um ano é muito tempo! Você pode não ter conseguido cumprir uma meta simplesmente porque ela não faz mais sentido!

Dica 2: Reflita sobre os seus ganhos em não cumprir a meta

Pois é, as vezes o benefício de não seguir o que tinha planejado é maior que o de seguir o plano. Ou, pelo menos, a sua percepção é essa no momento. Ou seja, você está se sabotando. E aí a solução é você ter uma clareza maior sobre os resultados que deseja e os benefícios disso na sua vida e reforçar isso periodicamente no futuro, para evitar as recaídas.

Dica 3: Revise suas estratégias

Será que você planejou direitinho? Você pode ter subestimado alguma etapa do processo ou ter deixado de lado alguma ação importante para a realização da sua meta. E aí é só revisar o planejamento (aliás, é bom lembrar, você pode fazer isso o tempo todo durante o ano, combinado?) e tentar mais uma vez.

Essas dicas já vão te dar uma boa noção do motivo pelo qual você não conseguiu se manter fiel a sua meta. E no fim das contas essa consciência que essas reflexões vão te dar é o que mais importa. É isso que vai te dar o aprendizado que você precisa para seguir em frente.

Pode ser necessário ajustar a meta e o plano de ação, ou até abandonar e recomeçar do zero. Mas é assim que funciona mesmo. Não se sinta mal por isso.

O que você não pode fazer é desistir de ter metas! São elas que te levam ao desenvolvimento pessoal, combinado?

Que tal então rever suas metas de 2018 usando as dicas do post e então pensar nas suas metas para 2019?



Se precisar de ajuda conta comigo! Deixa suas dúvidas e preocupações nos comentários!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Muito obrigada por esse post não cumpri praticamente nenhuma das minhas metas:(,mas a vida continua...

    ResponderExcluir

Faça parte da minha lista!