Eu sou uma profissional de organização pessoal. Você sabe o que isso significa? Tem certeza?

05:00


2017 chegou e eu resolvi que no primeiro post do ano eu quero ter certeza de que você sabe exatamente o que eu sou e o que eu faço. Eu sou uma profissional de organização pessoal.

Você provavelmente deve estar pensando, eu já sei disso, e daí? E daí que a minha experiência diz que quase 80% das pessoas que acham que sabem o que essa profissão significa, na verdade só conhecem uma pequena parte das habilidades e características desse profissional. Então, eu te convido a entrar no meu mundo.

A profissão em linhas gerais

O termo mais utilizado é Personal Organizer. Pois é, a profissão não surgiu no Brasil e por isso a maioria dos profissionais certificados continuam utilizando o termo original e não existe uma regra geral de como deve ser chamada essa função aqui no pais, até porque ainda não é uma profissão regulamentada e ser relativamente nova (minha sina, porque sou formada em ciência da computação que também não é uma profissão regulamentada).
Mas não ser regulamentada não significa que ela não tenha cursos de formação, certificações e associação. Existem cursos de formação muito bons no mercado e a ANPOP (Associação nacional de profissionais de organização e produtividade) é a associação de profissionais. Eu me formei no SENAC e na OZ, caso esteja curioso e sou associada da ANPOP.

O que é exatamente um profissional de organização pessoal?

Eu uso a tradução profissional de organização pessoal, mas é importante dizer que o "pessoal" nesse termo deve ser melhor explicado. Um personal organizer no contexto original faz uma cosultoria personalizada no que se refere a organização. Assim como um personal trainner deveria ser aquele profissional que prepara um treino especializado e personalizado para a sua necessidade, um personal organizer deveria fazer o mesmo para sua organização pessoal. Dito isso, o termo talvez devesse ser profissional de organização pessoal personalizada.

Eu acredito nessa visão mais ampla, em que um profissional dessa área precisa personalizar as técnicas para a realidade de cada cliente. Acredito também que para isso um profissional dessa área deve se preocupar com 3 dimensões*: a técnica em si e especializações associadas (organização residencial, empresarial, mudanças, produtividade, rotina, treinamento de empregadas, organização da gravidez e chegada do bebê, pós luto, dentre outros), o negócio (marketing, site, presença nas redes sociais, controle financeiro, formalização, impostos, estratégias de venda, gerir uma empresa, ainda que trabalhe sozinho) e as pessoas ( estar preparado para lidar com a dimensão pscicológica da profissão, interagir com o cliente e suas emoções, personalidade, manias e intimidade, ter controle emocional para trabalhar com ética e postura).

E o que faz então o profissional de organização pessoal?

Dentro desse contexto, os serviços estão associados , mas não limitados, a:
  • Organização de ambientes presencial: o profissional vai a sua residência ou empresa, estuda o espaço, realiza um projeto de acordo com a realidade e rotina do ambiente e coloca a mão na massa para organizar tudo com a sua cara, deixando-o prático e de acordo com a sua realidade.
  • Organização de rotina: esse serviço pode ser feito online ou presencialmente e o profissional estuda sua rotina para propor alterações que possam facilitar a sua vida, tornando-a mais produtiva e adaptada a sua realidade.
  • Organização digital: esse serviço pode ser feito online ou presencialmente e o profissional estuda como você faz a gestão dos seus dispositivos digitais de forma a melhorar a sua produtividade e focar a utilização dos mesmos como ferramenta de gestão de informação e facilitadores da sua rotina.
  • Consultoria personalizada: esse serviço pode ser feito online ou presencialmente e o profissional estuda sua necessidade e indica sugestões, propondo projetos de organização e ensinando as técnicas necessárias para o seu caso tal que você consiga colocar a mão na massa sozinho.
  • Cursos, palestras e workshops: passagem de conhecimento técnico presencial ou online voltado para o publico leigo (não profissionais de organização) que querem aprender como se organizar sejam ambientes, rotina ou vida digital por exemplo.
  • Produção e venda de conteúdo: elaboração de livros, checklists e materiais online ou físicos para auxiliar a absorção de conhecimento e aplicação dos métodos e técnicas de organização pessoal.

Existe ainda a possiblidade de agregar realizando outros serviços mas isso irá depender da formação do profissional. A maioria dos profissionais de organização do mercado vieram de outras formações anteriores e acabam agregando com técnicas de decoração, projetos de arquitetura, organização de eventos, organização e gestão de projetos, coaching, dentre outros.

Eu com a Avesso do Caos atuo com produção e venda de conteúdo, cursos, palestras e workshops, consultoria personalizada e coaching. E a meta é deixar isso mais claro para você, inclusive aqui no site. ;)

Pronto, agora você pode dizer que sabe o que faz um profissional de organização ou personal organizer. Ou PO, como é carinhosamente chamado por nós. Procure o serviço e o profissional que se encaixe na sua realidade e necessidade.


* Se você é um profissional de organização e gostou dessa abordagem dá uma olhada na grade de cursos que eu e minhas parceiras estamos preparando para 2017 no site 3D Ordem. Acreditamos que um profissional de organização pode ir além de organizar o ambiente. Vem aprender com a gente! Atuamos no Rio de Janeiro, mas se você é de outra cidade e tem interesse em organizar uma turma por aí, entre em contato com a gente.

You Might Also Like

0 comentários

Faça parte da minha lista!