7 conquistas pelas quais mais sinto gratidão

05:00


Mais um post do desafio #pintandoo7comte do blog transformando espaços
Conquistas...gratidão...confesso que esse negocio de gratidão ainda é uma coisa nova e difícil pra mim. Sempre associei que a gratidão tinha que estar associada a alguém, tipo: obrigada pelo presente, obrigada pela ajuda, obrigada pela presença. 

Tirando as situações que eu tenho a quem agradecer não costumo agradecer simplesmente, sem complemento. Tipo: obrigada a mim mesma pela conquista? Soa estranho demais pra mim. Mas tenho tentado mudar isso. Tenho exercitado a gratidão como sinônimo de alegria extrema. Estou me forçando a elencar diariamente algo no meu dia que me deixou feliz a ponto de agradecer. A ninguém. Só ficar feliz por ter acontecido. 

Tudo isso pra te dizer que isso é bom. Leva o foco pra positividade, tira o foco das lamentações, do Caos do dia a dia, de tudo que deu errado. E te faz ganhar tempo e qualidade de vida. Tempo porque focar no lado ruim das coisas te faz perder tempo sempre e não te leva a lugar nenhum e qualidade de vida porque a alegria, por menor que seja tem o poder de te deixar mais relaxado, ativo.

Dito isso, vamos ao desafio. Compartilho abaixo com você as minhas 7 conquistas que me deixaram imensamente feliz:
  1. O vestibular. Passei na primeira fase da Ufba antes mesmo de terminar o colégio. Depois no ano seguinte passei na primeira fase da Unicamp e passei no primeiro semestre na ufba. Ciência da Computação. Na época não tinha Enem direito, ou pelo menos não valia de nada. Me dediquei o ano inteiro, estudei bastante e deu tudo certo. A faculdade pra mim foi o símbolo da liberdade.
  2. Ver o show da Alanis no camarote VIP. Eu não sou muito do tipo fã. Minhas exceções são a Alanis e a banda Engenheiros do Hawai. Eu nasci em Salvador e um show de Alanis por lá na época era um verdadeiro milagre. Me lembro de estar na esteira na academia quando anunciaram que ela estaria no festival de verão e que os ingressos estavam à venda. Liguei correndo pra um amigo e fui direto pro shopping garantir o meu. Comprei até camisa do tipo "eu fui" sabe? Fiquei lá na frente após negociar com fãs de Victor e Léo para cederem pra mim apenas durante o show da Alanis. Ela não interage muito com o público, mas ver ela de perto foi uma alegria imensa.
  3. Aprender a dirigir. Pode parecer bobo, mas foi super importante pra mim. Até porque eu perdi no teste do DETRAN 2 vezes antes de passar. A primeira auto escola que eu fiz ensinava receitas, mas não ensinava a dirigir. Já na segunda, seu Francisco com toda a sua sutileza me jogava em buracos de Salvador que eu nem sonhava existirem. E foi com ele que eu aprendi. E foi ali que dirigir ganhou um outro sentido. De liberdade, de segurança, de responsabilidade, de controle.
  4. Viajar pro Egito. Desde que estudei os egípcios na sexta série com professora Dulce, nunca mais minha vida foi a mesma. Fiquei fascinada. Pela cultura, pela diversidade, pelas crenças, pelo surgimento da sociedade. Pela história do mundo como um todo. História virou minha matéria favorita. Eu devorava livros, lendas, costumes, sem precisar decorar nenhuma data. A civilização egípcia era apaixonante. E nessa época eu decidi: um dia vou conhecer o Egito. Mais de 10 anos depois eu realizei esse sonho. Paguei com meu salário e contei com o apoio da família e de amigos. Fui sozinha. Pela CVC, mas sozinha. E foi uma experiência que eu nunca vou esquecer. 
  5. O surgimento da Avesso do Caos e da 3D Ordem. Ok, tô roubando, são duas conquistas. A primeira por ter descoberto a organização como um propósito e negócio. Poder espalhar para as pessoas os benefícios de utilizar a Organização como uma ferramenta de bem estar, poder trabalhar diariamente com criatividade, produção de conteúdo e desenvolvimento de pessoas. A segunda porque encontrar parceiras como as minhas amigas Claudinha e Halorna é difícil e manter da maneira leve, alegre e com o retorno super positivo que a gente tem tido é uma grande conquista pela qual serei eternamente grata. Para não ficar tão feio que inclui dois ítens em um só, vou resumir como a conquista de um lugar ao Sol no mercado de organização profissional, combinado?
  6. Meus Amigos. Tenho muitos amigos. Amigos mesmo. Uma das coisas que mais gosto de fazer é amizades. Conhecer o outro, trocar, ajudar, compartilhar. É um presente. É uma conquista dos dois lados. A melhor de todas. Sutil, livre de interesses, leve. Me orgulho de cada amizade que eu faço. De cada grupo que se forma e se mantém ao longo dos anos. Do maternal da escola Girassol ao ambiente de trabalho. Do play do prédio ao Pilates. Herdados dos meus pais, do meu marido, da minha filha. Me alegro a cada encontro, a cada notícia compartilhada. É a família que eu escolhi.
  7. Minha filha. Amo a minha família. Minhas Irmãs antinhas queridas, meus pais maravilhosos, meus avós que já se foram, meus tios e tias, meus primos e primas, meus sobrinhos, meus sogros, meus cunhados, meu marido. É o círculo de amizade mais intimo, é uma escolha e dedicação diários. Me orgulho sim, mas a maior conquista no que diz respeito a família é minha filha. Além de ter meu DNA e de eu ter carregado na barriga por 38 semanas, com ela eu aprendo e ensino diariamente. Num exercício forçado de autoconhecimento e empatia do qual me orgulho diariamente. E a maior conquista é saber que estou ajudando a formar um ser humano e apresentar a ele o mundo. Da melhor forma possível. Um dia de cada vez. 


E você? Tem valorizado as suas conquistas? Conta pra mim!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Lindo!! Gosto muito maneira como vc se expressa: autêntica! Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que delicia de comentário! Obrigada!
      Viva a autenticidade né verdade!?!
      ;)

      Excluir

Faça parte da minha lista!