7 Defeitos que Incomodam

07:13


O post de hoje é o terceiro do Desafio do Blog TransformandoEspaços #pintandoo7comte proposto pela querida Edel. Topei esse desafio porque apesar de nem sempre ter uma relação direta com Organização é uma maneira divertida de você me conhecer um pouco melhor. Então, vamos lá…vou te contar os defeitos que mais me incomodam. O desafio original diz "os mais difíceis de serem tolerados" mas eu achei meio forte demais, te explico no final motivo.

  • Desonestidade: é difícil para mim lidar com pessoas nas quais eu não possa confiar. A desonestidade gera desconfiança. A desonestidade engana, ludibria. Desde pequena meus pais compartilharam comigo o significado do meu nome: Alice - a verdadeira. E isso me marcou muito. Esse compromisso com a verdade está sempre comigo e não lido muito bem com pessoas que faltam com a verdade.
  • Hipocrisia: irmã da desonestidade, falsidade. Fingir ser o que não é. Algumas pessoas desconhecem o poder da autencidade e andam por aí sendo quem imaginam que devem ser. Não curto.
  • Inveja: acredito no crescimento coletivo…se um cresce todos crescem. A felicidade do outro me deixa feliz. Por isso a inveja é algo que não consigo compreender muito bem.
  • Arrogância: não vejo como justificar qualquer que seja o seu conhecimento, posição hierarquica ou visibilidade que você diminua os outros. A arrogância é esse olhar superior que incomoda.
  • Egoísmo: pensar só em si mesmo é o caminho mais fácil para estar sempre sozinho. Alguém que só pensa em si mesmo e não mede as consequências e impactos das suas ações no outro me deixa irritada.
  • Teimosia: uma coisa é ser determinado, outra bem diferente é ser teimoso! Ser teimoso é cismar com algo e insistir nisso não importando as consequências ou ignorando os resultados.
  • Preconceito: é normal ver o mundo com nossos olhos e estranhar o que é diferente, o que não é normal é achar que o mundo so pode ser visto da nossa forma e não entender ou respeitar as diferenças. Sou defensora das diferenças e o preconceito me incomoda bastante.

O psiquiatra Dale Archer defende a tese de que defeitos são, na verdade, traços de personalidade que não sabemos aproveitar os pontos fortes. Então talvez o meu problema seja com as pessoas que usam negativamente determinados traços de personalidade. Ou ainda que eu não lide bem com pessoas com esses traços de personalidade.


De qualquer forma, quero te deixar com uma outra reflexão importante…já percebeu que o que você considera um defeito pode ser visto como uma grande qualidade por alguma outra pessoa? O que leva uma característica a ser percebida como um defeito talvez diga mais sobre você do que sobre o outro. Um exercício que aprendi fazendo terapia é o de mudar o foco da característica do outro, para a nossa reação a essa característica. Aí talvez esteja a chave para lidar melhor com os defeitos mais difíceis.

You Might Also Like

2 comentários

  1. oiee Alice!! Esse ano conheci o significado da palavra indulgencia, isso tem mudado muito minha vida com relação aos outros. Saber que o outro e eu temos defeitos, só que diferentes, não nos fazem diferentes. Tolerar aquilo que são defeitos nos outros nos liberta. Compreender que cada um tem seu tempo para amadurecer, que um dia passaremos dessa fase, me conforta. Para essas pessoas que tem defeitos que já superamos, só nos resta o exemplo, jamais devemos nos afastar delas, porque do contrário não seremos vistos por eles! Saber que um dia já posso ter tido esses defeitos e que consegui passar dessa fase é um sentimento muito bom!!

    ResponderExcluir

Faça parte da minha lista!