5 coisas que eu aprendi sobre hábitos

05:00

Ultimamente tenho repensados alguns hábitos e quem acompanha a minha Newsletter já me leu falar nos e-mails um pouco sobre esse assunto. Mas achei que a nossa relação com nossos hábitos merecia um post, então aqui está ele.
  • Aprender um novo hábito envolve escolha e comprometimento. Eu falo sobre organização, acredito nisso, ensino, dou exemplo, pessoas me pagam para ajudá-las a se organizarem melhor. Mas nada disso adianta se antes não tiver havido uma escolha, uma decisão profunda, uma motivação genuína, um comprometimento sincero. Sem isso, não vira hábito. Você faz por um tempo e para. Porque não internalizou, não foi um passo real.
  • Para estabelecer um novo hábito é preciso uma boa estratégia. Não adianta só força de vontade. Não confie em você.  Desculpe, mas a verdade precisa ser dita, os primeiros dias de um novo hábito, qualquer que ele seja, são chatos, difíceis mesmo e a preguiça e procrastinação vão estar à espreita. Só que é verdade também que se você estruturar alguns mecanismos é possível tornar esse período menos complicado. Deixa eu te dar um exemplo: eu não sou muito fã de cremes, hidratantes e afins mas precisei "tirar" um sinal mês passada e desde então fui obrigada a incluir na minha rotina aplicar o filtro solar duas vezes ao dia. A minha estratégia foi colocar alarme para me lembrar e deixar um protetor no banheiro ao lado do desodorante (esse não dá para esquecer) e outro na bolsa junto com a carteira (para lembrar na hora do almoço). Parece besteira mas isso me ajudou muito e tenho certeza que vai te ajudar também.
  • Pequenas mudanças de hábitos podem representar mais alegria no seu dia. Sim, parece exagero, mas é verdade. As grandes mudanças começam com pequenos gestos. E pequenos gestos podem fazer seus dias mais felizes. Deixa eu te dar um outro exemplo que aconteceu comigo nos últimos tempos. Eu resolvi mudar a forma como eu lido com a rotina da manhã lá em casa. Costumávamos levar nossa filha de carro todos os dias e até todo mundo ficar pronto isso levava um tempão e eu que sou organizada acabava sempre irritada com os atrasos. Resolvi um dia que iria levar ela sozinha andando de carrinho e desde então as manhãs têm sido mais felizes. A gente se diverte no caminho, eu ando um pouco e nos atrasamos menos. Uma mudança pequena, muitos benefícios. 
  • Quando a vida parecer bagunçada demais, pare e repense seus hábitos. As vezes quando a nossa rotina está muito intensa e o caos ameaça se instalar o que precisamos é de um pouco de tranquilidade. Fugir um pouco mesmo, parar tudo e rever nossas prioridades e atividades. Passar algumas horas sozinha, em silêncio, refletindo sobre sua rotina, sua vida, suas coisas te relaxa e as ideias chegam e você pode ter boas ideias para lidar com a bagunça e se organizar melhor.
  • Reclame menos, se perceba, mude. Conversando sobre hábitos, a Ana Paula do Blog Mudei de Ideia falou algo que gostei muito: " no geral eu 'percebo' que no que eu sempre 'reclamo ou lamento' possivelmente tem um hábito que precisa ser modificado ou implantado". Existe sempre uma forma melhor de fazer as coisas, de lidar com os problemas, com a rotina, com as nossas coisas. A gente só precisa mudar o olhar, usar a criatividade, prestar atenção no que não está funcionando, fazer uma escolha e tudo vai mudar. Parece muito e é mesmo, mas se reclamar não está funcionando, acho que vale tentar algo novo, né?

Para finalizar, deixo um convite: repense seus hábitos, crie novos, mude. Pequenos ajustes e novos hábitos levam a uma vida mais organizada. Comece com algo simples, crie mecanismos para tornar tudo mais prático e quando você menos perceber vira automático como escovar os dentes!  Tenta também e me conta!

You Might Also Like

0 comentários

Faça parte da minha lista!