Vida de mãe

05:00



Se tivessem me contado como a vida de mãe era difícil eu talvez não tivesse acreditado. Se tivessem me dito que a organização seria essencial na minha vida eu teria achado exagero. Eu tô aqui hoje para te dizer que a maternidade é linda mas nem tanto e que toda preparação é pouca para o que está por vir. Já falei um pouco sobre isso no post Maternidade e Organização. A diferença é que hoje eu vou mergulhar mais fundo e te contar "a vera" como é a rotina de uma mãe. 

Quando chega um novo ser humaninho numa família, é um momento de virada. É uma mudança forte e chacoalha os alicerces. A gente demora a se tocar, mas aquele é um ser que, apesar de extremamente dependente, tem vida própria. Tem personalidade, vontade. Experimenta, explora, bagunça. Ele não entende o que você já aprendeu. É tudo novo, ele está aprendendo.

E você? Você tem que aprender em tempo real a lidar com a existência de um ser humano que depende de você para educar, amar e garantir a segurança e sobrevivência. Se você já achava difícil organizar a casa e a sua rotina, eis uma variável a mais para o caos do seu dia a dia. Dá uma olhada em coisas que você precisa se preocupar para garantir um mínimo de organização e sanidade:

Alimentação: as compras no mercado e na farmácia vão aumentar. Você precisa ser o exemplo e apresentar uma variedade de alimentos saudáveis para que seu filho possa desenvolver o paladar. Vale usar brincadeiras e deixar ele participar da compra ao preparo.

Atividades e rotina: não é só comer, limpar e dormir. É estimular, conversar (mesmo que ainda não falem de volta), brincar, ensinar. E conforme vão crescendo é também levar pra escola, ajudar com as tarefas, oferecer atividades extras, perguntar como foi o dia.  

Limpeza e higiene: da casa, das roupas, dos brinquedos, da criança. Sem neurose, mas com responsabilidade e cuidado. 

Educação e limites: vai além da matemática, português e cantinho do pensamento. É observar aquele ser humano e entender o que ele precisa, sua personalidade. É explicar sobre convivência, autonomia, sentimentos e como lidar com eles. É definir regras e cumpri-las, mesmo que você esteja exausta e seja mais fácil ceder.

Parece muito? É mesmo bastante. Mas você dá conta. Uns dias menos, outros mais. Sem perfeição, porque isso não existe. Faça o melhor que você puder. Saiba reconhecer seus limites e pedir ajuda. Estabeleça um plano, se organize. Te prometo que fica mais fácil. Não vai eliminar o caos da sua vida, mas vai te dar maneiras de lidar melhor com ele.

Eu tô chamando de Vida de Mãe porque é o meu ponto de vista. Mas poderia ser vida de pai também, ok? Aliás, deveria, afinal cuidar e educar os filhos é uma responsabilidade do casal. Mas já que é dia das mães amanhã, quero propor um minuto de silêncio pelas mães do mundo. Guerreiras, Psicologas, Inventoras, Médicas, Enfermeiras, Engenheiras, Cientistas, Artistas, Companheiras. Todas numa só...Feliz dia das mães!

PS: Quer dicas para lidar de maneira organizada com a maternidade? Acompanha os posts aqui do blog com a tag #SouMaeSemCaos

You Might Also Like

0 comentários

Faça parte da minha lista!