BuJo - Organizando com Diário em Tópicos

05:00


Se você ainda não ouviu falar sobre Bullet Journals, não deve estar acompanhando muito posts do Pinterest e do Instagram. Os diários em tópicos (tradução do termo Bullet Journal) estão na moda e o melhor é que eles podem te ajudar muito na organização.  Então cola comigo e me deixa te explicar um pouco sobre esse universo.

Eu conheci o BuJo (apelido carinhoso pra Bullet Journal) através da Gabriela Brasil. Vi as fotos do dela e achei o máximo. Me lembrou das minhas antigas agendas da adolescência, cheias de frufrus, adesivos e canetinhas coloridas. Estranhei a Gabi que é a referência em Organização Digital ter migrado para essa alternativa tão offline e fui pesquisar mais sobre o assunto.  Eu descobri que o Bullet Journal surgiu em 2015 (é novidade mesmo!) e é uma metodologia criada pelo designer Rider Carroll para, segundo o próprio,  “controlar o passado, organizar o presente e planejar o futuro". No livro Diário em Tópicos Rachell Miller complementa dizendo: "é um modo de compreender melhor a nós mesmos e o mundo à nossa volta".

Resumindo, é um conjunto de listas, anotações e agenda de compromissos que te ajudam a se organizar melhor, se conhecer melhor e acompanhar suas atividades, hábitos e metas. Já sentiu que o coração bateu mais forte por aqui né? E quando dá pra unir com a paixão por papelaria e criatividade então, aí o pacote fica completo.

Originalmente o BuJo não foi feito para ser bonito necessariamente. Ele foi criado para ser prático. Caderno, caneta e pronto.

Abaixo algumas práticas básicas:
  • Todas as páginas devem ser numeradas e você deve criar um índice. Esse é o grande lance. Foi libertador pra mim, porque uma das coisas que me incomodavam nas minhas anotações era depois não conseguir me lembrar sem ter que folher todos os meus cadernos para achar onde está aquela anotação daquele curso. Como um indice isso facilita demais!
  • É importante também definir sua legenda. Você pode decidir usar cores diferentes para áreas da vida diferentes. Pode diferenciar uma tarefa de uma nota, diferenciar o que é importante do que é urgente. Diferenciar o que ainda será feito do que já foi feito. Enfim, esses são os tópicos ou bullets.
  • Planejar a estrutura do BuJo é legal mas não imprecindível. Quando você planeja, evita retrabalho e perde menos páginas, rabisca menos. Mas também isso não importa muito. Se algo não sair como você queria é só colar alguma coisa na página pra esconder e começar tudo novo na próxima.
  • Algumas páginas comuns são: Future Log (registro futuro, com os meses do ano e suas metas e grandes eventos em cada um deles, lhe dando uma noção da estrutura do seu ano), Planejamento mensal (reúne tudo o que quiser acompanhar mensalmente), planejamento semanal (o foco da semana) e planejamento diário (registro do seu dia, hábitos, humor, frases, anotações, compromissos e tarefas). Ele é muito usado também para criar listas como as séries que você está acompanhando, os livros que leu no ano, as viagens que pretende fazer, ideias para projetos pessoais. E para acompanhamento de hábitos, saúde e bem estar é excelente. Dá para ter uma visão bem clara de como está o andamento, seu humor, sua saúde.
O BuJo é você, é o registro que você quer fazer da sua vida. E ele pode ser digital também tá? Ou você pode criar um sistema misto (que provavelmente será o meu caso) com o planejamento no papel e a execução online por exemplo, ou ao contrário.

O que eu mais gosto nessa ferramenta é a liberdade. Não existe regra, existe o que funciona pra você. Você pode soltar a imaginação e mudar sempre que quiser. Prático, barato e fácil.
Claro que como virou moda você vai ver de tudo. Alguns BuJos pela internet viraram obras de arte. Procura no Pinterest ou no Instagram pra se inspirar. Mas não pira na paranoia de querer deixar tudo lindo com a letra linda porque senão você acaba não seguindo em frente e mantendo. Liberte-se e Organize-se!


E você, já tem um BuJo para se organizar?

You Might Also Like

2 comentários

  1. Oi Alice, nunca tinha ouvido falar do Bujo, mas amei a ideia. Desde o post tenho estudado mais sobre o assunto. Eu tô combinando os conceitos originais do Bullet Journal com o meu Filofax e acho que vai dar super certo (só não tenho talento artístico pra deixar super lindo, mas o propósito é ser útil, né?)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou da ideia! Vai dar certo sim! E o propósito realmente é organizar sua vida com praticidade. Vai me contando como está!

      Excluir

Faça parte da minha lista!