7 atitudes que mudariam o mundo

05:00


O post de hoje é o quarto do Desafio do Blog TransformandoEspaços #pintandoo7comte proposto pela querida Edel (era pra ter sido em Junho mas não rolou, então vai ser o primeiro de Julho). Topei esse desafio porque apesar de nem sempre ter uma relação direta com Organização é uma maneira divertida de você me conhecer um pouco melhor. Então, vamos lá…hoje vou te contar as 7 atitudes que, a meu ver, mudariam o mundo.

"You may say I'm a dreammer..."

Algumas coisas que eu vou citar aqui podem parecer utópicas mas como diria John Lennon, imaginem comigo:

  • Diminuição do consumo. Vivemos num mundo doente, onde tudo a nossa volta nos faz querer comprar mais e mais, sem necessariamente um porque. Não me leve a mal, eu não acho que temos que parar de consumir. Eu só acho que a gente devia consumir de maneira mais consciente. Antes de comprar qualquer coisa se perguntar porque, pra que, se vale a pena, se o esforço necessário apra ganhar aquele dinheiro vale o benefício que ele tras. Acho que quanto mais pessoas começarem a se perguntar essas coisas antes de comprar, menos vamos enquanto sociedade consumir. Porque no final das contas a gente precisa mesmo é de muito pouco para ser feliz.
  • Investimento em maximizar os recursos. Ao inves dos governos e empresas gastarem para esgotar os recursos, o ideal seria potencializar esses recursos, buscar alternativas sustentáveis, pesquisar novas fontes que agridam menos o meio ambiente. A escassez de recursos é um problema sério, mas a gente não fala sobre isso e acaba contribuindo para diminuir ainda mais os recursos.
  • Respeito a diversidade. Ser diferente é ser normal. Ser diferente é o que nos faz humanos, autênticos, únicos. Conviver e respeitar os diferentes é que nos faz crescer, aprender…respeitar a diversidade é eliminar as fronteiras entre as pessoas, deixando apenas o cuidado, o amor, a honestidade. Se isso não fizer o mundo melhor, não sei mais o que faria.
  • Preocupação com o coletivo. É um mergulho ainda mais profundo na diversidade. É oferecer ao outro não só o respeito, mas também a oportunidade. Se preocupar com o coletivo tem a ver com transformar o mundo num lugar melhor para todos, tem a ver com altruismo, generosidade, empatia.
  • Confiança e corretude. Se todos fôssemos corretos e fizessemos o bem e respeitássemos o que é diferente, poderiamos confiar mais um nos outros e se confiássemos mais um nos outros seríamos mais leais uns com os outros, ajudariamos mais, seriamos mais corretos. É um ciclo virtuoso. Hoje vivemos o ciclo oposto. Sugiro começarmos pela corretude, em cada gesto, uma corrente do bem para ganharmos confiança, espalharmos bondade e corretude e mudarmos o mundo.
  • Colocar a mão na massa ao inves de reclamar da vida. Reclamar é fácil, se mover e mudar a realidade é que é um ato de coragem. Se as coisas vão mal, dê o primeiro passo. Comece mudando a si mesmo, depois a sua casa e então vá espalhando amor e ação a sua volta. O mundo agradece.
  • Investir em Auto-conhecimento. É o primeiro passo. Um mundo melhor começa em nós. Se formos pessoas melhores, se aprendermos a lidar melhor com nossos sentimentos, desejos, vontades, manias, crenças…seremos mais conscientes do mundo a nossa volta.

Você pode ter ficado encucado de eu não ter incluído a organização como uma atitude que mudaria  mundo. Eu realmente acho que a organização é algo que mudaria o mundo radicalmente para melhor. Mas se organizar é relativamente fácil comparada as atitudes acima. Então já que é pra mudar, prefiro revolucionar logo! Mas se você quer começar aos poucos, a organização pode ser um primeiro passo para te motivar a atingir todo o resto. Até porque está tudo relacionado.

Me despeço com John novamente:

"I hope someday you'll join us, and the world will be as one"



E se você quiser saber mais sobre esses temas e ampliar a visão em busca de um mundo melhor, tente os seguintes documentarios no netflix: Humano, Minimalismo, Insaei, Revolução do altruismo, Embrace…conhece algum outro na mesma vibe? Deixa aqui nos comentários!

You Might Also Like

2 comentários

  1. Oi, gostei muito das suas "ideias para mudar o mundo", começando por nós mesmos. Essa ideia de parar de reclamar e por a mão na massa parece que foi para mim, rs. Estou começando a jornada do auto-conhecimento e já criei expectativas.. acho que isso não é bom.. ou é? rs
    Beijos, Val
    www.namoradanerd.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou Val!
      É muito legal quando a gente lê algo que nos conecta e toca o coração né? Fico feliz! Boa sorte na sua jornada de autoconhecimento. Criar expectativas é natural, mas mais importante é buscar a motivação e força em vc mesma. Já ouviu o podcast desse mês? O tema é autoconhecimento acho que vai gostar!
      E se precisar de ajuda é só falar, viu?

      Excluir

Faça parte da minha lista!