A sua casa fala sobre você

05:00


"Ao construir uma casa ou decorar um cômodo, as pessoas querem mostrar quem são, lembrar de sí próprias e ter sempre em mente como poderiam idealmente ser. O lar, portanto, não é um refúgio apenas físico, mas também psicológico, o guardião da identidade de seus habitantes." 
Alain de Botton

Semana passada falamos sobre os aspectos psicológicos da organização e me lembrei do Alain de Botton e sua visão sobre o relacionamento entre a casa e as pessoas. Ele tem um livro que chama Arquitetura da Felicidade onde ele explica um pouco melhor esse conceito. #ficaadica

Filosofias a parte, já vimos que a casa de fato é um reflexo de nós mesmos. Mas não são só os aspectos psicológicos simbólicos. São os nossos gostos, hosso humor e nosso estilo também. Decoramos e organizamos o espaço de acordo com o que nos faz bem. Alguns dizem que criamos na nossa casa um ambiente que possa nos acolher e compensar o que vivemos da porta para fora. Por exemplo, pessoas ansiosas e extremamente ativas que possuem casas tranquilas e minimalistas.

Quer outro exemplo? Meu pai. Ele é engenheiro eletrônico, sempre esteve envolvido com tecnologia, mas é apaixonado por barro e madeira, a nossa casa sempre teve esses elementos presentes, o que me faz crer nessa relação de compensação.

Tomar consciencia disso, entretanto, tem um perigo: você ficar meio paranóico em transformar a sua casa no que você acha que deveria ser com o objetivo de compensar a sua vida. Você deve evitar isso. A sua casa naturalmente vai falar sobre você, inconscientemente as suas escolhas de disposição de móveis, decoração e organização vão ter a sua identidade. Mas forçar isso vai te distanciar do benefício, do conforto.

Organize para tornar sua casa prática, para otimizar seu espaçõ, para economizar seu tempo, mas faça do seu jeito, sem se preocupar com a imagem que você está passando. Respeite seu momento, e até mesmo um pouco de caos necessário. Você pode estar precisando disso.

Mas e as pessoas que forem visitar? Bom, eu acho que, se você vai receber alguém em casa, é alguém que te conhece e que você conhece. Por mais estranho que pareça a sua casa, essa pessoa vai entender. Se a pessoa gosta de você e sua casa é um relfexo de você, então a pessoa vai gostar da sua casa (hahahahaha). Em todo o caso, relaxe, existe sempre alternativas para maquiar o ambiente. Uma espécie de batom vermelho. Faz milagres, assim como esconder a bagunça. Não resolvem nem a causa da baixa auto-estima, nem a causa da desorganização, mas ajuda em uma situação de emergência.

E você, já parou para pensar no que a sua casa representa para você? E no que ela diz sobre você? Me escreve aqui nos comentários.

Te deixo com uma frase de Gaston Bachelar para alimentar essa reflexão:


"A casa é o nosso canto do mundo, abriga o devaneio, protege o sonhador, permite sonhar em paz." 
Gaston Bachelar

You Might Also Like

3 comentários

  1. Minha casa é minha amiga! Abre-se para mim com um sorriso imenso nas portas dizendo : entra, vai, demorou, senti sua falta! Vem que eu te dou colo, me conta como foi seu dia, estamos entre amigos!!! É assim que eu a vejo!! Cuida dos meus filhos enquanto estou fora, se irrita se alguém faz bagunça, observa minhas plantas e sente o cheiro das flores! Minha casinha, amo de paixão!!

    ResponderExcluir

Faça parte da minha lista!