Organizar para que todos possam se achar

05:00

Uma desculpa comum que as pessoas usam para não aplicar as técnicas de organização é que elas se acham na sua bagunça, ou que têm uma bagunça organizada. Sim, são normalmente desculpas associadas aquele apego a zona de conforto. Essas pessoas podem até se encontrar na bagunça, mas a que custo? Quanto tempo a mais gastam para encontrar as coisas? Quantas vezes gastam mais comprando coisas que já tinham mas que não acharam quando precisaram? E será que as outras pessoas da casa ou do local de trabalho também se encontram nessa bagunça?

Para alcançarmos produtividade e para otimizarmos nossos recursos precisamos de um sistema de organização do nosso espaço. Pensando nisso, tenho duas dicas importantes:

  • Entender a dinâmica de uso do ambiente. Para organizar de fato um espaço e torná-lo funcional para as pessoas que o utilizam é importante entender a rotina de uso do mesmo. Para isso é preciso entender a rotina das pessoas e o seu relacionamento com o espaço. Por exemplo: se a sala de estar é usada pelo pai para trabalhar, pela mãe para ler e pelos filhos para ver televisão, então os objetos necessários para essas atividades devem estar armazenados na sala em um local  que facilite o uso e seja intuitivo para quem usa. Um bom exemplo aconteceu comigo essa semana. Eu reorganizei o espaço embaixo da pia da cozinha usando caixas organizadoras fechadas para guardar as panelas e recipientes, mas no dia seguinte da vinda da minha diarista estava tudo bagunçado. O meu erro foi não ter entendido como é a dinâmica de uso dela, eu fiz como seria funcional pra mim, mas ela não entendeu e não gostou pois dificultava o fato de ter que abrir as caixas para procurar os objetos que precisava. Conversando com ela identifiquei isso e ajustei para uma forma que funcionasse para nós duas: mantive as caixas, mas deitadas e abertas, otimizando o uso do espaço, facilitando a limpeza do ambiente mas deixando prático para ela utilizar.

  • Delimitar e identificar. Delimitar você já sabe, é definir um lugar para cada coisa, setorizando o ambiente de uma maneira que facilite o uso, deixando os objetos próximos ao local em que são utilizados. E identificar é o que o nome diz, colocar de maneira visível a descrição do que deve ser armazenado ali. Usar etiquetas pode parecer um exagero, algumas pessoas podem achar esteticamente desagradável, mas é extremamente eficiente. Principalmente se você está implantando um novo sistema de classificação ou se está fazendo mudanças na organização do espaço até que todos se acostumem ao local correto das coisas. Com uma etiqueta não tem como errar na hora de guardas as coisas e fica bem fácil descobrir onde está o que qualquer um precisar.

Pense nisso e deixe a desculpa de lado. Bora revirar o Caos do Avesso e tornar o espaço prático para todos que o utilizam. A organização de um ambiente precisa ser prática, funcional e intuitiva para TODOS que utilizam o espaço.

Viva a organização!

You Might Also Like

0 comentários

Faça parte da minha lista!