Como a sua ordem pode ajudar a encontrar a ordem alheia

05:00

Eu já falei por aqui que trabalho com gestão de projetos e que uma das características que me ajudam é a organização. Os líderes acima de mim, percebendo isso, me colocam nos projetos mais caóticos ou com os gerentes mais confusos, justamente para ajudá-los a organizar a casa. Nessa posição, tive que aprender a colocar ordem no caos alheio. Ou melhor, entender o caos alheio para encontrar a ordem, o que é bem diferente.

Muita gente, desde que criei a Avesso do Caos me pergunta como organizar o outro ou ajudá-lo a se organizar e eis algumas considerações sobre o assunto:
  • Primeiro, é preciso entender que ninguém muda ninguém. Não me leve a mal, as pessoas podem sim mudar, mas não graças a você. Você não tem esse poder. O quanto antes você aceitar isso melhor pra todo mundo (qualquer que seja a mudança, vale ressaltar).
  • Em outras palavras, só conseguimos mudar o que queremos de fato, não existe mudança motivada por um agente externo. A pessoa tem que querer mudar. Falei disso no post da minha resolução de ano novo "Só ajudar quem quer ser ajudado!"
Dito isso, os passos abaixo partem do princípio que alguém te pediu ajuda e que você é uma pessoa organizada, que quer ajudar:
  • O primeiro passo de fato é conhecer a pessoa que te pediu ajuda.  Sério, o máximo possível. Seus hábitos, personalidade, seus gostos pessoais, suas manias.
  • Se a necessidade de organização é em um cômodo, área, atividade, ou rotina específicos, mergulhe no caos. Entenda os problemas, pontos de atenção, riscos, impactos.
  • Pegue tudo que você descobriu e organize visualmente. Use listas, mapas mentais, aplicativos, o que funcionar melhor para você e para a pessoa que você está querendo ajudar.
  • Defina um plano do que precisa ser feito com uma estratégia de monitoramento, incluindo prazos.
  • Lembre que a estratégia precisa estar alinhada com a necessidade e personalidade da pessoa que você pretende ajudar.
  • Coloque o plano em ação. Mas só coloque a mão na massa se o outro fizer o mesmo e de fato te pedir isso.

Essa é a base da consultoria da Avesso do Caos, esses são os princípios que utilizo. 

You Might Also Like

0 comentários

Faça parte da minha lista!