Regras para o desapego?

05:00


Tem muita gente me perguntando por causa do "Setembro do Desapego" (não sabe ainda o que é? Dá uma olhada no post do facebook e acompanha o saldo pela newsletter semanal assinando aqui do lado direito no menu) quais são as regras para definir que itens podem ser jogados fora ou doados. Existe afinal regra para o descarte?

Eu particularmente acho que não existem regras porque cada pessoa é única e tem uma realidade diferente das demais, além do que, quem sou eu para dizer o que vai e o que fica na sua vida? A decisão (falo um pouco sobre isso no e-mail de hoje) é sua!! O que posso fazer é identificar alguns sinais que podem indicar que algo poderia ser descartado. Vamos a eles?

  • Roupas  que não são usadas a mais de um ano. A menos que elas não estejam sendo usadas porque você não as vê (que tal um rodizio periodico? Viu a frase que postei domingo no Instagram?), grandes chances de não usar nos próximos anos. Ah Alice, mas a moda volta!! Volta mesmo, mas volta sempre com um truque novo e du-vi-do que você não vai querer comprar algo quando ressurgir, então, não vale essa desculpa né? Outra desculpa boa é guardar roupas para quando você emagrecer! Minha gente, quando você emagrece a primeira coisa que você quer fazer é ir as compras! Experimentar tudo e sentir a sensação que cabe. Eu sugiro deixar uma peça (aquela calça jeans por exemplo) do passado e mandar o resto pra quem esteja magro usar agora.
  • Presentes que você ganhou e que não tem nada a ver com você. O presente já cumpriu sua função que é mostrar  que a outra pessoa lembrou de você a ponto de te dar algo para simbolizar isso. Agradeça, tire uma foto e dê a outra pessoa que tenha a ver com aquilo.
  • Papéis que já não precisam mais ser guardados (garantia de aparelhos que já saíram do período de garantia, manuais de aparelhos que você já não possui mais, contas de água, luz, telefone de mais de 5 anos atrás, para citar alguns)
  • Itens fora da validade. Eu sei, é obvio. Mas se você não fizer triagem periodicamente, pode ter certeza de que vai encontrar pelos cantos da casa remédios, comida, maquiagem, cremes, tudo fora da validade!
  • Objetos quebrados, trincados, faltando parte. Se vai colar, faça logo isso, mas não é o ideal. Leram lá no e-book que eu fiz a resenha aqui?

No livro "Jogue fora 50 coisas" tem um trecho ótimo sobre isso: "Se algo faz você se sentir mal, não acrescenta nada a sua vida, ou se você fica tempo demais angustiado decidindo o que fazer com determinada coisa, livre-se dela."

Mas lembre-se: são apenas sugestões para ajudar você a se movimentar. A decisão tem que vir daí de dentro de você, combinado?!

Aproveitando, lembre-se de que é preciso ter cuidado ao jogar as coisas no lixo, ok? O ideal é praticar a coleta seletiva para possibilitar a reciclagem dos objetos (Estão acompanhando os posts semanais com dicas para novos usos para antigos objetos?) Mas objetos quebrados que possam vir a cortar as pessoas devem ser embrulhados em jornal, imagina causar algum ferimento no coitado do cara que recolhe o lixo? Remédios, óleo de cozinha, pilhas e equipamentos eletrônicos não podem ser jogados no lixo ou no vazo sanitário pois podem contaminar o solo e a água. Existem locais específicos para a coleta desses itens, informe-se na prefeitura da sua cidade.

You Might Also Like

0 comentários

Faça parte da minha lista!